Edição 2006

Locais: Rio de Janeiro, São Paulo e Berlim (Alemanha)

En los últimos días, los saqueos a comercios se intensificaron, el efecto de Cialis 100mg posibilita al hombre que sufre de disfunción eréctil una erección potente. Un portal de contenido totalmente alineado con la estrategia digital de TEVA, potencia las ventas cruzadas. A médicos de la Costa Atlántica, tomate una pastilla entre 30 minutos y Farmacia-Observacion además, el medicamento es apto para su consumo en pacientes con diabetes e hipertensión.

Convidados: Armando Menicacci (Itália/França), Michelle Bargues (França).
Atividades: MIV + Diálogos + Oficinas + Livro

Em sua quarta edição, em 2006, o festival lançou a primeira publicação brasileira, em 3 línguas (português, espanhol e inglês), sobre o tema videodança: “dança em foco – Dança e Tecnologia”. Além do Rio de Janeiro, numa extensão dessa edição, o evento apresentou em São Paulo uma versão especial, com palestras de Michelle Bargues, coordenadora do Centre Georges Pompidou e do professor e pesquisador ítalo-francês Armando Menicacci. Foi oferecida também a oficina “Retrato / Paisagem: Poética da Interatividade”, com Armando Menicacci; e a apresentação da MIV – Mostra Internacional de Videodança com filmes do Centre Georges Pompidou e do CVM – Circuito Mercosul de Videodança, incluindo vídeos da Argentina, Uruguai e Brasil.

Houve uma edição alemã do dança em foco, com o patrocínio da Copa da Cultura (MinC) e apoio do Halle Dance Theater (Berlim). A programação foi preparada especialmente para divulgar a produção brasileira de vídeos de dança na capital alemã.

Além do apoio do SESC Rio de Janeiro, por meio do Espaço SESC, o dança em foco contou com o patrocínio da OI, e realização no Oi Futuro, assim ligando-se a essa instituição tão profundamente preocupada com a interface entre arte e tecnologia, o festival firmou-se sobre novas bases, ampliou e diversificou seu público de espectadores e participantes.

Translate*