Programação dança em foco 2016

Programação completa dia-a-dia 
dança em foco 2016
De 24 de maio a 05 de junho

Veja um breve resumo do que aconteceu no dança em foco 2016

- Dia 24 de maio – 3ª f
10h às 13h – Oficina “A dança na tela” - com Jeannette Ginslov (África do Sul)
19h - Abertura das instalações, da MIV e encontro com Alexandre Veras (aberto ao público)

- Dia 25 de maio – 4ª f
10h às 13h – Oficina “A dança na tela” - com Jeannette Ginslov (África do Sul)
10h ás 18h – MIV – Mostra Internacional de Videodança e Instalações (aberto ao público) 

- Dia 26 de maio – 5ª f
10h às 13h – Oficina “A dança na tela” - com Jeannette Ginslov (África do Sul)
10h ás 18h – MIV – Mostra Internacional de Videodança e Instalações (aberto ao público) 

- Dia 27 de maio – 6ª f
10h às 13h – Oficina “A dança na tela” - com Jeannette Ginslov (África do Sul)
10h ás 21h –  MIV – Mostra Internacional de Videodança e Instalações (aberto ao público) 
19h - Encontro aberto ao público com Maia Sørensen (Dinamarca)

- Dia 28 de maio - sábado
13h ás 21h –  MIV – Mostra Internacional de Videodança e Instalações (aberto ao público) 
18h - Encontro aberto ao público com Vinícius Cardoso (SP)
19h – Encontro aberto ao público com Jeannette Ginslov (África do Sul) 

- Dia 29 de maio - domingo
10h ás 18h – MIV – Mostra Internacional de Videodança e Instalações (aberto ao público)

 - Dia 31 de maio – 3ª f
10h ás 21h – MIV – Mostra Internacional de Videodança e Instalações (aberto ao público)
14h às 17h – Oficina “Vídeo-Dança” - com Pedro Sena (Portugal)
19h - Encontro aberto ao público com Pedro Sena (Portugal) 

- Dia 1º de junho – 4ª f
10h às 13h – Oficina “A dança do cineasta” - com Leonel Brum (BR)
10h ás 18h – MIV – Mostra Internacional de Videodança e Instalações (aberto ao público)
14h às 17h – Oficina “Vídeo-Dança” - com Pedro Sena (Portugal) 

- Dia 2 de junho – 5ª f
10h às 13h – Oficina “A dança do cineasta” - com Leonel Brum (BR)
10h ás 18h – MIV – Mostra Internacional de Videodança e Instalações (aberto ao público)
14h às 17h – Oficina “Vídeo-Dança” - com Pedro Sena (Portugal)

- Dia 3 de junho – 6ª f
10h às 13h – Oficina “A dança do cineasta” - com Leonel Brum (BR)
10h ás 21h – MIV – Mostra Internacional de Videodança e Instalações (aberto ao público)
14h às 17h – Oficina “Vídeo-Dança” - com Pedro Sena (Portugal)
19h - Encontro com Universidades (aberto ao público)

- Dia 4 de junho - sábado
10h às 21h – MIV – Mostra Internacional de Videodança e Instalações (aberto ao público)

- Dia 5 de junho - domingo
10h ás 18h – MIV – Mostra Internacional de Videodança e Instalações (aberto ao público)

v  As inscrições para as oficinas foram realizadas online entre 01 e 15 de abril, e somente os selecionados poderão participar.
Programação completa do dança em foco 2016 em nosso site www.dancaemfoco.com.br

Serviço: dança em foco - Festival Internacional de Vídeo & Dança 2016
Castelinho do Flamengo - Centro Cultural Oduvaldo Vianna Filho
Endereço: Praia do Flamengo, 158 - Rio de Janeiro (esquina com Rua Dois de Dezembro) - Metrô estação Largo do Machado
Tel.: 55 21 2205 0655
Data: de 24 de maio a 5 de junho.
Horário: das 10h às 21h.
Entrada franca.
Classificação: livre. 

Sobre os artistas convidados:

Alexandre Veras (CE)
** O artista tem desenvolvido trabalhos com instalações, videodança, videoarte, documentário e ficção desde 2000. Foi fundador do Alpendre, espaço dedicado a pesquisa e produção em arte na cidade de Fortaleza. Atua como curador (de audiovisual e artes visuais), gestor e coordenador de ações culturais ligadas a arte contemporânea e formação; como professor e pesquisador, ministra regularmente cursos e palestras em diversas cidades do país e América Latina, tematizando as relações corpo e imagem, arte e tecnologia. Em 2015, realizou o projeto a Conversa Infinita, que resultou numa exposição com 7 instalações propostas pelo artista e realizadas em colaboração com 35 participantes envolvidos num processo de formação-laboratório no Porto Iracema das Artes, em Fortaleza. A exposição ocupou o MAC-CE do Dragão do Mar.

Marcus Moraes (RJ)
** Formado em Design pela PUC-Rio e Mestre em Teatro pela UNIRIO. É professor do curso Dança e Multimídia na Faculdade Angel Vianna desde 2002. Ministra oficinas pelo festival dança em foco e outros festivais em diversas cidades do Brasil desde 2006. Tem mais de 15 anos de experiência profissional como designer e diretor de animação em projetos para TV, cinema e videoprojeções para espetáculos.

Marlus Araujo (RJ)
** Formado em Design pela Escola de Belas Artes da UFRJ e pós-graduado em Projetos Digitais pelo IED-Rio. Há 10 anos atua no mercado profissional como designer de interfaces interativas, com passagem pelos estúdios 6D, SuperUber e também como freelancer, desenvolvendo projetos para internet, instalações artísticas, espetáculos teatrais e outras mídias.

Maia Sørensen (Dinamarca)
** Formou-se na Martha Graham School of Contemporary Dance, em Nova York, em 2007, com foco em coreografia. Desde então, tem se orientado para a videodança, atuando como diretora/coreógrafa, editora, intérprete, assim como curadora do ScreenMoves / Dansehallerne. A artista trabalha no 60secondsdance desde 2011 e atualmente é a coordenadora internacional do festival. Realizadora premiada por obras como Det Skal Danses Væk (2014) e Satellit (2014), produz videodança, documentários e filmes de arte, e também é consultora e professora de videodança. A convidada vai conversar com o público sobre os valores fundamentais, as motivações e os objetivos da competição.

Vinícius Cardoso (SP)
** É jornalista e diretor audiovisual, autor de obras orientadas para a dança (como a Árvore do Esquecimento, do Balé da Cidade de São Paulo, e o Museu Dançante, baseado na residência artística da São Paulo Companhia de Dança no MAM-SP, em 2015. Desenvolveu a série de videodança WHONIVERSE, com destaque para a obra Cidade Matarazzo que participou em mais de 20 festivais ao redor do mundo. No cinema, dirigiu o documentário Anhangabaú da Feliz Cidade (2008), que narra a relação entre o Teatro Oficina e Silvio Santos. Na publicidade é diretor de vídeos e peças de moda e beleza para marcas como Vogue Brasil, Elle, Natura e M.A.C. Na literatura, é autor da coletânea AMAR, série de livros infantis que apresenta o universo LGBT às crianças, com prefácio de Valter Hugo Mãe e Jean Wyllys.

Jeannette Ginslov (África do Sul)
** É especialista em videodança e realidade aumentada (RA). É Mestre em Media Arts & Imaging na DJCAD (Duncan of Jordanstone College of Art and Design, no Reino Unido) e Mestre em Coreografia pela Rhodes University (África do Sul). Sua produção artística investiga as relações entre o corpo em movimento, performatividade, memória somática e materialidade digital. É diretora e curadora do Screendance Africa, produtora associada do dance-tech. net, e professora de Dança e Tecnologia no The Space - Scottish School of Contemporary Dance, na Escócia.

Frank Boulègue e Marisa C. Hayes (França)
** São realizadores de videodança, fundadores e diretores do Festival International de Vidéo Danse de Bourgogne, na França. Sua produção artística tem sido exibida em diversos festivais e tem recebido merecidos prêmios, como o Susan Braun (New York Dance Films Association) e o Video Dance da Pentacle Movement Media. São colaboradores frequentes em diversas publicações tematizando história da dança, videodança e estudos de cinema.

Pedro Sena (Portugal)
** Realizador, programador e professor na área do cinema documental e experimental. Realizou diversos documentários, ficções e spots publicitários. É codiretor artístico da Vo'Arte, e dos Festivais Internacionais InShadow, InArte e InMotion - Cinema e Dança.  É doutorando em artes performativas e imagem em movimento na Universidade de Lisboa e investigador no GECAPA -Gabinete de Estudos de Cultura, Artes Performativas e Audiovisuais do CLEPUL da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, atuando em pesquisas nas áreas experimentais de cruzamento entre corpo e imagem, com destaque para o corpo diferente nas artes performativas.