Monochrome Trilogy / BLACK

A cor é um componente essencial dos códigos sociais, carregada de significados da memória coletiva, eles têm sido uma referência para a expressão através do discurso visual, e dependendo do meio social em que são vistos, adquirem significados, emocionais, sensíveis, religiosos, políticos, históricos, entre outros.
Utilizamos um monocromo para apresentar as transformações visuais de “Black”, onde propomos a imensidão do feminino, destacando a sobriedade e a sensualidade, num espaço infinito onde é possível fazer uma introspecção no escuro.

Direção e Fotografia: Fausto Jijón Quelal
Coreografia e interpretação: Sonia Jimenez
Edição e Iluminação: AR
Música: Rene Buendía
Roteiro: Irina Marcano e Humberto Granados
Produção: Irina Marcano, Humberto Granados e Yohana Yáñez

Translate*